/Produtos de higiene e beleza aumentam vendas
produtos de higiene

Produtos de higiene e beleza aumentam vendas

A principio, no mercado brasileiro as vendas de produtos de higiene pessoal e beleza registraram um crescimento de 2,8% em volume e de 0,6% no faturamento durante os cinco primeiros meses deste ano. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (8) pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec).

O mercado de higiene pessoal e beleza teve um crescimento causado principalmente por representar o que o setor está chamando de “cesta covid-19”. Se trata de um conjunto de itens que inclui álcool em gelsabonetes e lenços de papel.

Segundo a Abihpec, só as vendas de álcool em gel chegaram a 6,3 mil toneladas de janeiro a maio de 2020, um grande salto quando comparado com as 200 toneladas do mesmo período do ano passado.c

Em relação a 2019, o ritmo de crescimento registrado do setor em 2020 foi menor, apesar do aumento da procura por esse tipo de produto. Portanto, de janeiro a dezembro de 2019, as vendas tiveram alta de 4,2% em valor, movimentando R$ 55,7 bilhões.

Além do setor de produtos de higiene pessoal, outros mercados registraram aumento de venda em maio

Certamente, o comércio varejista registrou uma alta no volume de vendas em maio frente ao mês de abril. O avanço nas vendas no varejo foi de 13,9% em relação ao mês anterior. Esta foi a maior alta da série histórica da pesquisa, iniciada em janeiro de 2000.

O crescimento acontece após o mês de abril registrar um recuo recorde de 16,3% em comparação a março. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Portanto, o avanço em maio indicou uma recuperação do comércio varejista depois de dois meses de queda por conta da pandemia de coronavírus e o isolamento social iniciado em março de 2020. O mês em questão apresentou taxas positivas em todas as oito atividades pesquisadas, incluindo o setor de higiene pessoal e beleza.

Visto primeiro em: Suno.