/Limpeza Profissional Pós Coronavírus – Quais as mudanças?
Limpeza Profissional pós coronavirus

Limpeza Profissional Pós Coronavírus – Quais as mudanças?

Coronavírus e mudanças no comportamento

coronavirus e novos comportamentos

Não há dúvidas que o Coronavírus deixará um importante legado para esta e também futuras gerações. Principalmente no que diz respeito a higiene e limpeza, tanto pessoal quanto dos ambientes.

Cada vez mais, busca-se evitar a proliferação deste vírus, a fim de preservar a saúde e a segurança das pessoas (clientes e funcionários). E com isso, muitos comportamentos foram e serão alterados, ao longo do tempo.

Inegavelmente, a preocupação com a higiene e limpeza tem aumentado nos últimos meses e muitas empresas têm se preocupado mais com essas questões. E, daqui para frente, esse assunto será cada vez mais essencial antes da tomada de decisão, principalmente quando a flexibilização começar a acontecer.

Por isso, reunimos neste artigo as principais mudanças, em relação a limpeza profissional, que se farão cada vez mais necessárias e que se manterão, mesmo no período pós corona, para evitar a novas ondas dessa doença. Vem ver!

Limpeza Profissional Pós Coronavírus em empresas

Limpeza profissional em empresas

 Dentre as muitas ações a serem implantadas, destaca-se:

  • Melhor seleção dos produtos de limpeza, dando preferência por aqueles de alta qualidade e com documentação oficial da Anvisa.
  • Selecione bem seus fornecedores. Você não precisa gastar mais, precisa gastar com o fornecedor certo e economizar!
  • Higienização mais frequente do sistema de ar condicionado e dos filtros;
  • Disponibilizar aos colaboradores, mais pontos de álcool em gel de qualidade;
  • Manter o distanciamento seguro dentro dos refeitórios, restaurantes e demais espaços compartilhados (cerca de 2 metros)
  • Higienização mais frequente dos ambientes mais utilizados, como banheiros por exemplo, no mínimo dobrar a frequência;
  • Optar por lixeiras com tampas e com pedal, para evitar o contato manual e a consequente proximidade do lixo;
  • Manter os ambientes com maior ventilação possível;
  • Higienização mais frequente dos locais mais tocados como portas, botões de elevador, maçanetas, mesas, etc.
  • Disponibilizar guardanapeiras nas estações de trabalho e ambientes comuns, para evitar o toque do rosto, bocas e olhos com as mãos.

Limpeza Profissional Pós Coronavírus e os colaboradores

Limpeza profissional e funcionarios

Investir no treinamento das equipes de limpeza profissional é essencial para assegurar uma limpeza ainda mais efetiva e adequada ao momento atual.

Além disso, é especialmente importante aumentar a frequência de limpeza dos ambientes comuns mais utilizados, tais como banheiros e refeitórios, assim como das superfícies mais tocadas no dia-a-dia. Do mesmo modo, outras ações se tornaram igualmente necessárias. São elas:

  • Disponibilizar máscaras descartáveis ou de tecido aos colaboradores;
  • Orientar a forma ideal para espirrar e tossir, bem como a importância de se utilizar guardanapos ou lenços descartáveis, para evitar a propagação de doenças;
  • Orientar sobre a importância de não compartilhar o uso de objetos pessoais como copos, talheres, etc.;
  • Disponibilizar produtos para higiene das mãos, como álcool gel, nos sistemas de transporte dos funcionários, bem como uma maior e melhor qualidade na higiene dos veículos;
  • Incentivar que cada colaborador realize a limpeza diária em sua estação de trabalho, disponibilizando produtos específicos para ajuda-los;
  • Em relação aos produtos para as mãos, dar preferência por aqueles que sejam de melhor qualidade e, preferencialmente, que além da higienização também hidratem a mão dos usuários do produto, uma vez que o uso será mais intenso e a falta deste cuidado pode resultar em ressecamento e até dermatites;
  • Dar preferência por papel toalha descartável de alta qualidade para a secagem das mãos, uma vez que os secadores elétricos ajudam a propagar ainda mais vírus e bactéria nos ambientes.

Limpeza Profissional Pós Coronavírus e o atendimento ao Cliente

Limpeza Profissional e clientes

As empresas que atendem presencialmente seus clientes também devem se preocupar em oferecer uma melhor experiência em relação a limpeza e higiene pessoal. As medidas indicadas são:

  • Instalar pontos de álcool em gel ou espuma pelos ambientes, tais como: entradas, recepções, ambientes próximos a sanitários, balcões, bancadas, etc.;
  • Disponibilizar máscaras descartáveis, para os consumidores que não a possuem;
  • Demonstrar a frequência da higienização para os clientes: quando foi realizada e por quem. Isso trará uma segurança maior para eles, independente do segmento empresarial;
  • Dar preferência por insumos de qualidade em seus banheiros,  como por exemplo: sabonetes espuma em refis descartáveis, papel higiênico interfolhado e toalhas de papel interfolhado. Também será importante oferecer protetores descartáveis de assento ou produtos de higiene para o cliente utilizar na tampa do vaso sanitário;
  • Utilizar dispensers para acomodar os produtos sanitários (sabonete, papel higiênico e papel toalha). Isso protege tais produtos de fluidos corporais, como espirros e saliva. Nada de papel higiênico ou toalhas expostas no ambiente, isso é totalmente contraindicado e anti-higiênico;
  • Disponibilizar produtos de limpeza que possam ser utilizados pelo próprio cliente, para que ele se sinta mais seguro, como álcool gel, álcool 70, desinfetante, etc. em barras de carrinhos de supermercado, materiais de construção, academias, etc.
  • Mesas e cadeiras de uso compartilhado também deverão ser limpas antes do uso, seja pelo próprio cliente ou por sua equipe de limpeza. Para isso, os produtos precisam ter fácil acesso;
  • Para os hotéis, uma dica é ofertar um kit de limpeza nas acomodações para que o cliente tenha maior segurança na utilização ou fornecer evidências da qualidade do serviço de limpeza realizado;
  • Em empresas de alimentação do sistema self-service, crie condições para evitar o uso comunitário de “pegadores” e cardápios, proteja os alimentos de secreções salivares e amplie as medidas de higiene da área do público;
  • Instalar material educativo sobre o uso correto dos produtos. Como por exemplo, dicas de uso dos sanitários: como higienizar corretamente as mãos, abaixar tampas do vaso sanitário para dar descarga, etc.

Conclusão

Nos últimos meses, temos vivenciado o caos que a falta da saúde e o medo podem ocasionar nos negócios e no mundo. Talvez nunca tenhamos vivido uma situação coletiva tão tensa e crítica.

Certamente agora, devido a pandemia, conhecemos muito bem, as causas de transmissão de doenças e vírus e as melhores formas de prevenção. Por isso, medidas que proporcionem maior segurança para nossa saúde serão muito bem-vindas e necessárias daqui em diante.

Com certeza o momento pede novas atitudes e cuidados em relação a nós e ao próximo. E você, já começou?

Visto primeiro em: Higiclear.